um-caso-perdidoÀs vezes, descobrir a verdade pode te deixar com menos esperança do que acreditar em mentiras..

Em seu último ano de escola, Sky conhece Dean Holder, um rapaz com uma reputação capaz de rivalizar com a dela. Em um único encontro, ele conseguiu amedrontá-la e cativá-la. E algo nele faz com que memórias de seu passado conturbado comecem a voltar, mesmo depois de todo o trabalho que teve para enterrá-las. Mas o misterioso Holder também tem sua parcela de segredos e quando eles são revelados, a vida de Sky muda drasticamente.

Título: Um Caso Perdido
Autor(a): Colleen Hoover
Série: Hopeless

Editora: Galera Record
Ano: 2014
Páginas: 384

O QUE ACHAMOS:

GÊNERO: 

RESENHA

Como é bom relembrar o quanto amo Colleen Hoover, e quanto é ruim pensar que estava com esse livro á décadas parado sem leitura simplesmente pelo fato de ser uma idiota. Posso ficar um pouco desconexa e até sem sentido mesmo, porque o livro me deixou assim, uma bolha emocional, uma montanha de sentimentos loucos, somados a minha mente insana o que restou pode ser algo muito muito confuso….rs.

O livro conta a história de Sky, uma garota de 17 anos vitima de fofoca e muitos boatos, vive uma vida longe das tecnologias e longe do mundo, tendo uma única amiga. Mas sua vida dá uma virada quando decide se matricular no colégio em seu último ano, largando de vez a educação em casa.

Holder é o garoto problema, lindo, tudo de bom, perigoso, mas cheira a encrenca. Sua reputação é um desastre tão grande capaz de espantar até moscas.

Sky é uma garota superficialmente feliz, mas bem no seu íntimo sabe que a vida não é um conto de fadas, e com isso pesadelos constantes a assombram e possui um bloqueio em relação aos relacionamentos, simplesmente não consegue sentir prazer, desejo ou tão pouca atração sexual. Mas isso muda quando conhece Holder.

Holder está perto demais para que eu olhe para ele agora, e, a proposito, meu coração já está disparado no peito; tenho medo de que, se eu me aproximar mais, possa acabar morrendo. Não me parece possível que a luxuria seja capaz de fazer um coração bater tanto assim. É pior que correr.

O encontro entre esses dois é no mínimo intenso e ao longo da leitura percebemos muitos segredos envolvendo o passado de ambos.

Bom, se pararmos para pensar até agora o livro parece bem normal, bem clichê e até a repetição de várias histórias que já lemos ate aqui, garota estranha que se apaixona por bad boy quebrado e cheio de segredos. Seria assim, se não estivéssemos falando de Colleen Hoover, PUTA MERDA a mulher sabe escrever, sabe desenvolver uma história, sabe tirar de uma única palavra a resposta para todas as perguntas. Definitivamente ela descobriu o segredo do universo.

– Vou lhe avisar uma coisa – diz ele baixinho. – assim que meus lábios encostarem nos seus, vai ser, sim, seu primeiro beijo. Porque, se nunca sentiu nada enquanto alguém a beijava, então ninguém jamais a beijou de verdade. Não da maneira como eu planejo beijá-la. (Holder)

Um caso perdido é um caso muito bem escrito, que realmente me surpreendeu. E olha que dificilmente sou surpreendida. A maioria das histórias são bem previsíveis (eu gosto), mas o choque do que li foi demais para o meu emocional. Eu sou um caso sério. Um caso perdido mesmo.

Dizer que o livro é bom, seria um eufemismo, o livro é mais do que bom, cada página mais intensa que a outra, cada sentimento que vai se desenvolvendo, meu coração passou por vários estágios, a surpresa, o terror, o medo, o ódio a tristeza e por fim o alivio e a felicidade.

Às vezes precisamos escolher entre um monte de escolhas erradas, sem a possibilidade de nenhuma certa. Você simplesmente tem de decidir pela escolha errada que parecer menos errada (Holder).

Tem muito drama aqui envolvido, mas Colleen sabe escrever um belo dramalhão, mas o que mais amo nessa autora é sua capacidade de nos apresentar o final feliz. Não o de princesas dos contos de fadas, mas o final feliz possível diante das adversidades da vida. A realidade, a vida como ela é.

Eu gostei muito de Sky, sua força, sua determinação, até seus bloqueios, consegui entender tudo. Honestamente pela sabedoria ela poderia ter uns 385 anos ao invés de 17.

Não existe nada como a culpa que sentimos quando percebemos que nosso próprio coração é capaz de amar o mal.

E Holder, eu não tenho palavras para descrever, amei esse garoto desde sua primeira frase e terminei o livro absolutamente obcecada por ele. Ele tem que existir em algum lugar ou vou entrar em depressão profunda.

Você é a única garota que já tive vontade de amar. (Holder)

Six é a melhor amiga do mundo inteiro. Não tenho palavras para dizer o quanto odeio o pai de Sky. E achei a mãe de Sky esquisita desde o começo.

Senti falta de saber o que aconteceu depois, com os protagonista e com seus amigos, um epílogo quem sabe. Estou mega curiosa….preciso muito.

Sei que falar de um livro bom é fácil, basta elogiar e dizer os melhores pontos do livro é shazan…..perfeito, mas é difícil descrever as emoções que o livro despertou. E eu preciso dizer que esse livro mexeu demais comigo, não só pela história dramática, mas por ser uma lição de vida, um tapa na cara do destino, uma surra na justiça e por fim um presente pra mim. É assim que me sinto, lisonjeada, presenteada e muito satisfeita.

Colleen amo você, Holder, amo você e Sky EU AMO VOCÊ.

SE RECOMENDO??? SIMMMM SIMMMM SIMMMM SIMMMM SIMMMM SIMMMM SIMMMM SIMMMM

Romântica por natureza, choro, sofro e vivo as histórias e estou com uma vontade imensa de compartilhar essas emoções.

Posts Relacionados

UM CASO PERDIDO – Colleen Hoover
Classificado como:        

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *