Título: Tentação sem limites
Autor(a): Abbi Glines
Série: Sem limites
Editora: Arqueiro
Ano: 2014 – Páginas: 242

 

A vida de Blaire Wynn não foi nada fácil. Sua irmã gêmea morreu muito cedo, seu ex-namorado e melhor amigo a traiu e ela precisou cuidar da mãe doente até o último dia de sua vida. Depois de tanto sofrimento, o que ainda seria capaz de machucá-la? O terrível segredo de Rush Finlay. Depois de se apaixonar perdidamente por ele, Blaire descobriu algo cruel que destruiu para sempre o mundo que conhecia. Agora ela está mais sozinha do que nunca e precisa recomeçar a vida longe de todos que a feriram. O único problema é que não consegue deixar de amá-lo. Rush Finlay também não sabe o que fazer. Apesar das tentativas dos amigos e da família para animá-lo, o rapaz segue desolado. Ele já não quer saber da vida que levava, regada a festas, bebidas e mulheres. É atormentado pelas lembranças de um sentimento que jamais imaginara que fosse conhecer e que não pôde ser vivido plenamente. Nem Rush nem Blaire imaginavam que seus universos pudessem se transformar de forma tão radical. Porém, a maior reviravolta das suas vidas ainda está por vir. E ela será tão intensa que obrigará Blaire a engolir o orgulho, voltar a Rosemary, na Flórida, e enfrentar seus inimigos. Rush por sua vez, terá que lutar para consertar seus erros e se provar digno da confiança e do amor dela. Segundo volume da trilogia ‘Sem Limites’, ‘Tentação Sem Limites’ é tão viciante e tentador quanto uma paixão proibida.

Essa resenha contém spoiler do primeiro livro.

Depois de descobrir que o grande segredo que Rush guardava, Blaire surta e vai embora, termina com Rush e o abandona.

Vou tentar resumir o imbróglio, Abe ( pai de Blaire) é o verdadeiro pai de Nan, e abandonou Georgianna grávida da bruxa-má para ficar com a mãe de Blaire. Ao saber da verdade Blaire põe a culpa no mundo, e não entendi porque, e abandona Rush e acaba voltando para sua cidade natal.

Não preciso dizer que Rush fica mal, deprimido, abandona as mulheres e bebidas e passa seu tempo pensando na doce e ex virgem Blaire.

Enquanto isso a vida de Blaire está uma bagunça, mas como desgraça pouca é bobagem, algo que não posso contar porque seria spoiler, acontece, obrigando-a a voltar para perto de Rush.

Com a volta de Blaire, Rush se empenha em tentar reconquistar seu grande amor, mas a moça não facilitou, entrando novamente na cena Woods. Confesso que simpatizei mais com Woods nesse livro, ele se mostrou incrível e muito fofo.

Eu escolhi levar você hoje porque não há nada que eu queira mais do que estar perto de você. Estou fazendo isso porque sou um homem desesperado que vai enfrentar o que quer que seja por você.(Rush)

Honestamente Blaire é uma garota chata, insegura e com um grande complexo de inferioridade, fiquei  muito irritada com seu comportamento e suas indecisões. Haja paciência, e Rush nesse ponto foi calmo e aguentou firme a infantilidade da nossa protagonista. Okaaaay, eu sei que posso estar sendo muito crítica com ela, mas esperava mais.

Nenhum homem jamais amou uma mulher tanto quanto amo você. Nada está antes de você. Eu não sei o que mais preciso fazer para provar que não vou decepcioná-la de novo. Não vou magoá-la. Você não tem mais que ficar sozinha. Eu preciso de você. (Rush).

Rush, foi um idiota em muitas ocasiões. Achei os dramas forçados demais nesse livro, deixando a história um dramalhão.

A bruxa má, ou mais conhecida como Nan, irmã de Rush, é insuportável, eita mulherzinha irritante, e o pior é que Rush parece todo bobo quando está junto com ela.

Não é normal ao lermos um livro torcer para que a mocinha não termine com o mocinho. Pasmem foi o que me aconteceu aqui. Os protagonistas são muito chatos, fiquei torcendo pelo Woods, ele realmente me conquistou.

Socorrooooo

O que foi aquela revelação do pai da Blaire. Coisa mais confusa. Era…depois não era mais e por fim passou a ser…..jesuuuuuis.

Apesar disso a leitura flui muito bem, não achei esse livro tão bom quando o primeiro, mas como no anterior a escrita é viciante e não tive nenhuma vontade de abandonar, apesar dos pesares. Ponto positivo que o livro é curtinho, ajudou bastante. Gostei também do fato de que tem o ponto de vista do Rush, deu uma dinâmica melhor nesse caso.

P.S. Rush, não foi idiota o livro inteiro, e aqui ele se mostra muito apaixonado, muito prestativo, disposto a tudo por amor. Ele consegue arrancar suspiros, mas posso afirmar que ele não entrou para minha lista de amantes literários….hahahaha.

Eu amo você, Blaire. Amo tanto que dói.

Romântica por natureza, choro, sofro e vivo as histórias e estou com uma vontade imensa de compartilhar essas emoções.

Posts Relacionados

TENTAÇÃO SEM LIMITES – Abbi Glines
Classificado como:                

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *