Somente suaGideon me chama de anjo, mas ele é o milagre em minha vida. Meu lindo, guerreiro ferido, tão determinado a matar meus demônios enquanto se recusa a enfrentar os seus próprios. Os votos que tínhamos trocado deveriam ter nos ligado de forma mais apertada do que sangue e carne. Em vez disso,abriu velhas feridas, expondo dor e inseguranças, e isso atraiu amargos inimigos para fora das sombras. sinto ele escorregar da minha mão, meus maiores medos se tornando a minha realidade, meu amor testado de maneiras que eu não tinha certeza de que era forte o suficiente para suportar. Em um tempo brilhante em nossas vidas, a escuridão de seu passado invadiu e ameaçou tudo o que tínhamos trabalhado tão duramente para esquecer. Nós enfrentamos uma escolha terrível: a segurança familiar das vidas que tivemos antes de termos um ao outro ou a luta por um futuro que, de repente parecia um sonho impossível e sem esperança…

Somente sua  é o 4º livro da série Crossfire, os três primeiros livros a resenha está disponível aqui no blog.

ATENÇÃO: Essa resenha pode conter spoiler do 1º, 2º e 3º livro da série.

Esse livro já começou me irritando profundamente, o que deu na cabeça da Eva em ter dúvidas entre Brett Kline e Gideon Cross, Jesus, a comparação entre os dois chega a ser obscena, sim, vocês não estão entendendo mal, Eva ficou com certas dúvidas pairando sobre sua mente, o que me fez surtar e ficar mega com raiva da nossa protagonista.

Por outro lado a dor de Gideon ao ouvir que Eva estava com dúvidas me rasgou ao meio. O homem desesperou geral, deu dó.

“Você é minha razão de viver, não consigo desligar meus sentimentos. Só penso em você. O dia todo. Todos os dias. Tudo o que faço é pensando em você. Não existe espaço em mim para mais ninguém. E saber que dentro de você existe espaço para ele acaba comigo”.

Destaque aqui para uma mudança na narrativa, Sylvia Day decidiu em somente sua abrir a mente do nosso moreno perigoso e no contemplar com seus pensamentos mais profundos. Eu amei. Arrasou.

Ponto negativo para a narrativa que voltou a ser mais do que quente beirando o pornográfico nesse livro.

Dessa forma o livro alterna entre a narrativa de Gideon e Eva. Já sabíamos que Cross era apaixonadíssimo por Eva, masssss por incrível que pareça eu não imaginava que era tão profundamente. O homem é simplesmente maluco por ela. (que inveja). Ambos compartilham um amor intenso, possessivo e muito muito profundo.

– O que você precisa

– Você. Só você

– Então pode pegar, respondi. “Sou seu”

(Gideon)

O casamento que ocorreu no livro anterior deveria ter sido uma fortaleza para ambos, solidificando o relacionamento, mas o que se nota foi uma verdadeira regressão. Uma Eva mais confusa, um Gideon inseguro.Achei inclusive que não pareciam casados. Certo, eles decidiram manter tudo em segredo, porque haviam casado escondido e correndo, mas entre eles não havia um clima de casamento.

Certo, a Autora decidiu transformar uma trilogia fantástica numa série, o que acabou comprometendo o enredo, deixando a história cumprida demais e carente de maiores conflitos, estendendo os mesmos pontos já discutidos e sofridos anteriormente, mas mesmo assim vale a pena ler.

Brett Kline mostrou sua cara e revelou não tão fofinho quanto parecia, assumindo seu lado selvagem de rockstar. Ponto para Gideon.

Vimos um Cary perdido, cheio de problemas e absolutamente triste. Digo desde o primeiro livro que Cary merecia sua própria história….só acho.

Corinne continua surtada, a coitada não se conforma e agora decidiu escrever um livro sobre sua história de amor com Gideon Cross….ohhhh. Isso é dor de cotovelo da brabas.

O que dizer da mãe de Gideon. Eu não tenho palavras, não entendo. Existe um limite para a negação. A megera passou todos, me fazendo crer que possa existir algum segredo envolvido ali. Vamos esperar….

Adorei a interação de Gideon e sua irmã Ireland, bem como com seu padrasto Christopher Vidal.

Ao longo do livro vimos um Gideon mais aberto, comunicativo, trabalhando seus traumas tentando superar tudo, para se tornar melhor. Foi bom de ver.O Homem é perfeito mesmo.

Segredos parecem envolver a mãe de Eva. Não sei se perdi algo nos livros anteriores, mas me pareceu que Mônica esconde algo. Após sua escapada com seu grande amor Victor Reyes, pai de Eva, a mulher começou a ficar misteriosa e desconfiada a todo tempo. Mais um mistério a ser resolvido.

Não escondo minha obsessão por Gideon Cross, e para mim ele sempre está perfeito e eu sempre fico com um gostinho de quero mais. Amei o Livro, sério, mesmo com tudo os problemas, não consigo dizer não para o homem….rs.

Parece que tudo ficou para ser resolvido no último livro. No geral o livro é bom, melhor que o anterior, e honestamente daria para unir o 3 e o 4 num único livro, mas que graça isso teria.

Quanto mais Gideon melhor..kkkk

Se recomendo? SIMMMMMMM SEMPRE SIMMMMMM

Romântica por natureza, choro, sofro e vivo as histórias e estou com uma vontade imensa de compartilhar essas emoções.

Posts Relacionados

SOMENTE SUA – Crossfire 04 – Sylvia Day
Classificado como:                    

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *