Título: Paixão sem limites
Autor(a): Abbi Glines
Série: Sem limites
Editora: Arqueiro
Ano: 2013 – Páginas: 218

 

Blaire Wynn não teve uma adolescência normal. Ela passou os últimos três anos cuidando da mãe doente. Após a sua morte, Blaire foi obrigada a vender a casa da família no Alabama para arcar com as despesas médicas. Agora, aos 19 anos, está sozinha e sem lugar para ficar. Então não tem outra escolha senão pedir ajuda ao pai que as abandonara.
Ao chegar a Rosemary, na Flórida, ela se depara com uma mansão à beira-mar e um mundo de luxo completamente diferente do seu. Para piorar, o pai viajou com a nova esposa para Paris, deixando Blaire ali sozinha com o filho dela, que não parece nada satisfeito com a chegada da irmã postiça.

Rush Finlay é filho da madrasta de Blaire com um famoso astro do rock. Ele tem 24 anos, é lindo, rico, charmoso e parece ter o mundo inteiro a seus pés. Extremamente sexy, orgulha-se de levar várias garotas para a cama e dispensá-las no dia seguinte. Blaire sabe que deve ficar longe dele, mas não consegue evitar a atração que sente, ainda mais quando ele começa a dar sinais de que sente a mesma coisa.
Convivendo sob o mesmo teto, eles acabam se entregando a uma paixão proibida, sobre a qual não têm nenhum controle. Mas Rush guarda um segredo que Blaire não deve descobrir e que pode mudar para sempre as suas vidas.

Blaire é uma adolescente que perdeu tudo, mãe, irmã, casa…e se vê tendo que ir procurar o pai que a abandonou anos atrás. Ao chegar na suposta casa do pai, descobre que ele está viajando, e que na realidade mora em uma mansão que pertence ao  filho de sua Madrasta com um famoso astro do rock.

Rush é lindo, sedutor, mulherengo, rico, e muito arrogante e guarda um segredo cabeludo (sqn) que irá dar emoção à trama. Rush não esconde sua irritação com Blaire, e deixa que a garota fique em sua casa, porém no quartinho embaixo da escada. Na hora que li já lembrei do Harry Potter….hahahahaha.

“Henrietta só vem fazer faxina uma vez por seman. Você pode ficar no quarto dela debaixo da escada. É pequeno, mas tem cama.”

Logo de princípio Blaire já fica atraída por Rush, mas ele de todas as formas acaba por magoando a garota e a afastando. Mas não demora muito tempo ela acaba descobrindo que a atração é recíproca e o casal protagoniza um romance arrasador e proibido.

“Não sei o que é isso que está acontecendo entre a gente, mas desde o primeiro instante em que a vi eu soube que você iria transformar o meu mundo. Quanto mais eu olhava para você, mais me sentia atraído. Por mais que eu chegasse perto, não bastava.”

Leitura agradável, sem muitas emoções. A escrita  é bem simples, não tendo muito rodeio, os diálogos são curtos e bem escritos. Deixando um livro leve e bem gostoso de ler.

O livro tem alguns pontos que me fizeram ter uma urticária durante a leitura.

1) Virgens. Entendam não tenho nada contra virgens literárias, o que me irrita é porque as virgens sempre acabam com o mais mulherengos  e idiota de todos os homens do planeta terra…ou melhor do planeta literário. A história é sempre a mesma, o mais cretino de todos acaba sendo regenerado pela moça virgem e perfeita. Tem mais clichê que isso?

2) Esse papo de que eu nunca trouxe nenhuma mulher em minha cama porque ela é sagrada, mas trouxe você porque é especial,  me empolga tanto quanto um prato de chuchu com jiló.  Socorro…. Quando li isso nesse livro, surtei…sério mesmo.

O romance entre os dois protagonistas é bem rápido, mas não deixa de ser intenso. Blaire é bem infantil, insegura e ingênua e em muitos momentos tive vontade de lhe dar uns safanões, sua síndrome de inferioridade é simplesmente desanimadora.

“Sempre que a observava, sempre que chegava perto de você, me apaixonava mais um pouco.”

Podem me achar louca, que bati a cabeça, surtei, estou possuída, maaaaas, eu gostei do livro. sério…..

Apesar de tudo isso o livro não é ruim. O livro é curto (graças a Deus), a leitura é simples, tem um enredo gostoso de ler  e quando você menos espera acabou.

“Não foi Rush quem me fez fugir. Foi ele quem me fez querer ficar”

Contra toda a lógica, a leitura é envolvente e não pensei em nenhum momento em desistir,(mesmo quando surtei ou tive urticária).

Romântica por natureza, choro, sofro e vivo as histórias e estou com uma vontade imensa de compartilhar essas emoções.

Posts Relacionados

PAIXÃO SEM LIMITES – Abbi Glines
Classificado como:                

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *