o sedutorDizem que os homens preferem mulheres que sejam uma dama na sala e uma puta na cama. Eu não sabia que o sentimento era recíproco, até eu conhecer Jax Knight, um cavalheiro em público, e um devasso dominante que fala sujo no quarto.

Filha do lendário lutador “The Saint”, Lily St. Claire sabe por experiência própria como os lutadores podem ser. Dona da rede de academias de MMA, ela está acostumada com homens agressivos, dominantes e possessivos. É por isso que ela sempre manteve distância deles. Mas, no dia em que Jax Knight passa pela sua porta, ela fica presa no seu charme. Incrivelmente lindo, educado, confiante e ex-aluno da Ivy League, ele acaba com todas as ideias pré-concebidas que ela achava que eram verdade sobre os homens que treinavam para lutar.

Porém, se apaixonar por alguém tão rapidamente após um término não era algo que ela havia planejado. E definitivamente não era algo que seu ex planeja permitir que aconteça.

Título: O Sedutor
Autor(a): Vi Keeland
Série: MMA Fighter # 3

 

Editora: Charme
Ano: 2016
Páginas: 320

O QUE ACHAMOS:

GÊNERO: 

RESENHA

Sério que esse foi o último livro? Já estou triste…. Não que eu ache que a trilogia seja maravilhosa e inesquecível, mas Vi Keeland sabe escrever um livro na dose certa. Nem muito dramático, nem muito romântico, simplesmente equilibrada e fácil de ler. É muito triste saber que acabou que não lerei mais seus lutadores. Eu não escondo que tenho uma queda por lutadores. Amo MMA. Mas vamos acabar com o papinho furado e ir ao que interessa…

Aqui conhecemos a história de Lilly e de Jax. Ele mesmo minha gente, o meio irmão de Vince, filho do senador que deu em cima da Liv no livro 02… que bafo hein….kkkkk

Bom, dono de um par de olhos azuis incríveis e lindo de morrer, Jax esbanja educação, gentileza e perspicácia, além de ser incrivelmente sexy e possessivo. Um verdadeiro macho alfa, só que inteligente e educado…. OH MEU DEUS ele parece a epítome do homem perfeito. E consigo afirmar que ele é perfeito. Não achei defeitos no homem, e olha que eu procurei….. rs.

Deus, eu não fazia ideia de que tal homem existisse! Ele acaba com todos os estereótipos. É como se alguém me dissesse para fantasiar com homens sexys e então juntasse todos em um protótipo perfeito.

Lilly é a dona da academia Ralley no qual Jax está fazendo investimentos, Linda, durona, mas muito machucada pela perda de seu pai, além de ter se livrado de um namorado extremamente abusivo, no qual dedicarei um parágrafo para esculachar esse ser abominável.

O enredo do livro é ótimo, praticamente devorei para ver o final, mas alguns pontos me decepcionaram. E terminei o livro com uma sensação de frustração.

A química entre os protagonistas não me convenceu muito, acho que a culpa é de Lilly que passou a maior parte da história negando o envolvimento, fugindo ou sendo cautelosa com seu “coração”. O que pra mim deixou a coisa toda meio forçada e sem aquele fogo mesmo.

Caden é o ex-namorado de Lilly, uma criatura horrorosa, porém achei que a Autora não deu o devido crédito a essa parte, ele não teve a punição que merecia e fiquei longe de estar satisfeita com seu desfecho. Puta merda ele foi abusivo, agressor, um FDP, criminoso… enfim….entre outras coisas e somente foi punido por uma das suas transgressões. Além do que a Autora poderia ter explorado mais esse ponto.

Achei o epílogo bem fraco, esperava um super mega ultra blaster epílogo para fechar a trilogia, e, no entanto me decepcionei com a simplicidade da coisa. Acho que vou escrever o epílogo novamente, com algo mais emocionante e bombástico. O que vocês acham?

Outro ponto obscuro no livro foi o Senador que se mostrou um grande Filho da Piiiiiiiii. Eu sei que história com políticos sempre acaba em pizza, mas na ficção eu gostaria de ver a coisa funcionar de verdade, prefiro viver uma utopia literária a enxergar só a realidade nas páginas dos meus livros… mais enfim. Então fica aqui registrada a minha indignação pela falta de punição a esse homem horrível.

Mas nem tudo foi meia boca aqui, eu amei Jax, sério mesmo. O homem é o centro do livro. Muito perfeito de uma forma imperfeita. Nada de príncipe encantado meloso e super romântico. Ele só é natural. O que me agradou muito.

Eu sinto o seu cheiro quando você não está perto de mim. Te sinto, sem tocá-la. Quando você entra em um lugar, sei que você está lá antes de te ver. Toda vez que a vejo sorrindo, eu sorrio. Sua felicidade se tornou a minha felicidade. Ou estou apaixonado por você, ou você é mesmo o meu anjo. Seja como for, nós fomos feitos um para o outro.

Como sempre a escrita dessa Autora é leve e descomplicada, deixando o livro agradável e muito fácil de ler.

Apesar do clichê de que toda protagonista tenha que ter um amigo gay, eu amei……. Preciso urgentemente de um melhor amigo gay, estou muito fora de moda.

Se Recomendo? Sim

Romântica por natureza, choro, sofro e vivo as histórias e estou com uma vontade imensa de compartilhar essas emoções.

Posts Relacionados

O SEDUTOR – Vi Keeland
Classificado como:        

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *