o jogoTalentoso, inteligente e festeiro, Dean Di Laurentis sempre consegue o que quer. Sexo, notas altas, sexo, reconhecimento, sexo… É sem dúvida um galanteador de primeira, e ainda está para encontrar uma mulher imune ao seu charme descontraído e seu jeito alegre de encarar a vida. Isto é, até ele se envolver com Allie Hayes. Em uma única noite, essa jovem atriz cheia de personalidade virou o mundo de Dean de cabeça para baixo. E agora ela quer que eles sejam apenas amigos? Dean adora um desafio, e não vai medir esforços para convencer essa mulher tão linda quanto teimosa de que uma vez não é suficiente. Mas o que começa como um simples jogo de sedução logo se torna a experiência mais incrível e surpreendente de sua vida. Afinal, quem disse que sexo, amizade e amor não podem andar de mãos dadas?

Título: O Jogo
Autor(a): Elle Kennedy
Série: Amores improváveis #3

Editora: Paralela
Ano: 2017
Páginas: 343

O QUE ACHAMOS:

GÊNERO: 

RESENHA

Que série maravilhosa de ler, todos os livros são incríveis, amei amei amei. Livros com dramas reais, mas nada depressivo tudo muito leve, muito romantismo, muito amor e muita ressaca literária para essa leitora compulsiva. Ah, é importante lembrar que os livros não são sequencias. São livros independentes, cada um com um casal diferente. Esse é sobre Dean e Allie.

Genteeeee, ainda estou estupidamente apaixonada por Logan, não tem jeito, mas Dean é incrível, suspirei várias vezes por ele e agora é a sua vez de ter um final feliz.

Allie é a melhor amiga e colega de quarto de Hannah (O Acordo). Allie namora há bastante tempo com Sean, outro universitário, porém eles vivem brigando o relacionamento não vai nada bem. Quando os planos para o futuro se colidem, o casal tem uma briga feia e Allie toma uma decisão definitiva de terminar o namoro. Como nenhum termino é bom, a garota fica triste e abatida.

Solteira, de coração partido, numa noite aleatória, Allie encontra consolo nos braços de ninguém menos do que Dean Di Laurentis, lembram dele? Ele mesmo, o exibicionista dos outros livros, selvagem, gosta de transar no meio de todos… esse é Dean.

Dean é uma figura, além de sua beleza estonteante e jeito arrogante, ele é extremamente convencido e se sente a última dadiva de Deus. E para ser honesta ele chega bem perto disso… viu.

Nós precisamos parar agora. Antes de minhas bolas desaparecerem por completo e meu cartão de homem ser revogado.

– Quem tem poder de revoga-lo?

– Eu não sei. O conselho de homens. Os traficantes. Jason Statham. Faça sua escolha.

Após uma noite de muita bebedeira e sexo muito selvagem, Allie vira a cabeça de Dean de uma forma que o garoto que nunca ouviu um não na vida, fica obcecado e passa a dedicar seu tempo a conquistar a garota.

Mas Ellie não dá mole para o garanhão não, ele tem que suar a camisa para chegar perto da moça, eu adorei isso. Mas me incomodou o fato de Ellie nutrir alguns preconceitos que eu particularmente não aprecio. Acho que todos têm direito de viver a vida como quiser amar livremente, sem julgamentos. Não existem aqui seres superiores que podem ditar condutas ou regras de como amar. Então, Allie pare de julgar e viva mais, e lógico que Dean foi um ótimo remédio para isso.

Sim… Preciso cortar essa ideia de Dean pela raiz. Não sei por que ele está tão ansioso para pular na cama comigo de novo, mas estou confiante de que ele vai superar tudo isso, eventualmente. O cara tem a capacidade de concentração de uma mosca, e os hábitos de carinho de m filhote de cachorro, oferecendo sua devoção sexual a quem estiver o segurando com prazer. E com isso quero dizer qualquer vagina. (Allie)

Bom, eu ainda gostei mais do livro do Logan, O ERRO, mas isso não significa que esse livro seja ruim. Ao contrário eu amei, é muito bom. Dean é sensacional, engraçado demais, sexy demais, lindo demais…. Ai meu Deus. Bem que homens lindos desse poderiam saltar das paginas para a vida real né….. como isso é injusto….kkkkkk

Assim como nos livros anteriores, a escrita da Autora é bem simples, mas muito intensa, a narração alterna entre Dean e Allie, mas achei tudo perfeito, nada cansativo e os pensamentos de Dean são hilários. Esse livro foi mais profundo que os anteriores e tocou em assuntos bem delicados, mas a Elle Kennedy foi genial soube abordar tais temas de forma clara, profunda, mas sem transformar a história em um dramalhão de quinta.

O pai de Allie foi outra parte que ri muito. Foi bom rever os outros casais e  ver como estão bem.

Já estou sentindo meu coração partido e uma tristeza profunda, porque não quero que essa série acabe não estou preparada para dizer adeus ainda. Ah….. eu jurava que teria um livro de Beau, estou chocada ainda.

– Dean Di laurentis só faz o que quer, lembra?

Ele dá de ombros. – Estou fazendo o que quero.

Minhas sobrancelhas unem-se enquanto espero que ele esclareça.

– Estou fazendo você feliz

Se Recomendo???? SIMMMMMMM

Romântica por natureza, choro, sofro e vivo as histórias e estou com uma vontade imensa de compartilhar essas emoções.

Posts Relacionados

O JOGO – Elle Kennedy
Classificado como:        

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *