capa-o-acordoTocante, profundo, engraçado, sexy… ”O Acordo” é um romance que vai te encantar e surpreender a cada página.

Hannah Wells finalmente encontrou alguém que a interessasse. Mas, embora seja autoconfiante em vários outros aspectos da vida, carrega nas costas uma bagagem e tanto quando o assunto é sexo e sedução. Não vai ter jeito: ela vai ter que sair da zona de conforto Mesmo que isso signifique dar aulas particulares para o infantil, irritante e convencido capitão do time de hóquei, em troca de um encontro de mentirinha.

Tudo o que Garrett Graham quer é se formar para poder jogar hóquei profissional. Mas suas notas cada vez mais baixas estão ameaçando arruinar tudo aquilo pelo qual tanto se dedicou. Se ajudar uma garota linda e sarcástica a fazer ciúmes em outro cara puder garantir sua vaga no time, ele topa. Mas o que era apenas uma troca de favores entre dois opostos acaba se tornando uma amizade inesperada. Até que um beijo faz com que Hannah e Garret precisem repensar os termos de seu acordo.

Título: O Acordo
Autor(a): Elle Kennedy
Série: Amores improváveis #1

Editora: Paralela
Ano: 2016
Páginas: 360

O QUE ACHAMOS:

GÊNERO: 

RESENHA

Como é bom terminar uma leitura e se sentir apaixonada. Dá aquela sensação de satisfação e de felicidade mesmo. Graças a Deus, porque estou cansada de ler livro ruim.

O enredo é bem clichê. Mas como sou uma romântica incurável, adoro contos de fada e finais felizes, me apaixonei  por esse livro logo nas primeiras páginas. Mas não pensem que tudo aqui é lindo e previsível, porque de forma bem inteligente a Autora soube tocar em pontos polêmicos, tirando do livro a sensação de ‘Deja vu’ e nos contemplando com uma história linda e de tirar o folego.

Hannah é a típica protagonista que adoro, sabe que é linda, forte, decidida, dona de si, não leva desaforo para casa, não fica suspirando feito uma idiota só porque está atraída pelo sujeito. Mas, devido a traumas muito profundos do passado Hannah tem um bloqueio com relacionamentos. A coisa complica quando ela percebe que desenvolveu uma paixonite por um jogador de futebol americano. Justin.

Já Garrett é a perfeição de Deus….bom isso é o que ele pensa. O sujeito é bonito? sim Gostosão? sim atleta? sim. Mas ele se sente uma dádiva. Na realidade ele é um grande cretino, grosseiro e convencido além de ser dono das piores cantadas, das tiradas mais grosseiras e infantis, de ter os piores discursos. Ele é um péssimo protagonista. Mas eu juro ele é encantador, lá no fundo, mas lá no fundo mesmo quase saindo, Garret é fofo.

– Você acha que quero sair com você?

– Todo mundo quer sair comigo

Ri muito com Garret, e principalmente com sua capacidade absurda de ser insistente. O homem não desiste nunca. Astro do Hóquei com chances claras de se profissionalizar, Garret se vê com um problema, precisa de aulas particulares para um certa matéria que somente Hannah tirou nota 10. Então surge um acordo. Aulas em troca de um encontro de mentirinha, para que ela chame a atenção de Justin.

Nunca esperei por ela. As vezes, as pessoas entram na sua vida e, de repente, você não sabe como foi capaz de viver sem elas antes. E já não consegue entender como vivia a vida, saía com os amigos e dormia com outras pessoas sem ter essa pessoa importante na vida. (Garret)

A interação entre os protagonistas é maravilhosa, entre sarcasmo, agressividade e muito comédia, a amor quando desperta é explosivo. Adorei como não houve amor instantâneo e o sentimento foi sendo curtido e construído aos poucos. Vimos um outro lado de Garret.

No instante em que nossos lábios se tocam, a coisa mais estranha acontece. Ondas pulsantes de calor se espalham dentro de mim, começando pela boca e baixando por meu corpo.

O livro tem bastante drama, e temas bem revoltantes, mas tenho que ser honesta a Autora soube escrever de uma forma que o livro não ficou um dramalhão choroso e pesado. Ao contrário, a leitura foi gostosa, leve e descontraída, sem perder o tom de indignação e sofrimento.

Hannah me deu uma lição de como ser um ser humano melhor mesmo diante do pior cenário possível, do pior pesadelo. Imagina o que de pior pode acontecer, então tente extrair algo bom? Pois é…difícil né. Por isso gostei da garota.

Eu adorei os protagonistas, me diverti de verdade com as tentativas de Hannah de se livrar do carrapato Garrett. Das tentativas de Garret de conquistar Hannah. A forma natural com que os dois se alfinetam e se amam.

Ela dispara em direção à porta e me deixa atrás, encarando o vazio, frustrado Inacreditável Todas as meninas da faculdade dariam um braço para me ajudar. Mas essa? Foge como se eu estivesse sugerindo que a gente matasse um gato e fizesse um sacrifício ao demônio.

A narrativa alterna entre os pensamentos de Hannah e Garret e a escrita é bem simples e engraçada.

Terminei a leitura inconformada com o pai de Garret, passada com as injustiças  cometidas pela “JUSTIÇA”, levando comigo uma ou duas lições, curiosa para saber mais sobre Logan e perdidamente apaixonada por Garrett e Hannah

Se Recomendo? Lógico que sim.

Romântica por natureza, choro, sofro e vivo as histórias e estou com uma vontade imensa de compartilhar essas emoções.

Posts Relacionados

O ACORDO – Elle Kennedy
Classificado como:            

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *