mil beijos de garotoUm beijo dura um instante. Mas mil beijos podem durar uma vida inteira. Um garoto. Uma garota. Um vínculo que é definido num momento e se prolonga por uma década. Um vínculo que nem o tempo nem à distância podem romper. Um vínculo que vai durar para sempre. Ao menos era o que eles imaginavam. Quando, aos dezessete anos, Rune Kristiansen retorna da Noruega para o lugar onde passou a infância – a cidade americana de Blossom Grove, na Geórgia –, ele só tem uma coisa em mente: reencontrar Poppy Litchfield, a garota que era sua cara-metade e que tinha prometido esperar fielmente por seu retorno. E ele quer descobrir por que, nos dois anos em que esteve fora, ela o deletou de sua vida sem dar nenhuma explicação.

Título: Mil Beijos de Garoto
Autor(a): Tillie Cole
Série: –

Editora: Outro Planeta
Ano: 2017
Páginas: 400

O QUE ACHAMOS:

GÊNERO: 

RESENHA

Bom, tenho tanta coisa para falar desse livro que seria capaz de escrever outro livro somente comentando o que achei, mas vou me limitar a algumas palavras, só porque não aguento ficar calada. Não vou resumir o livro porque isso já está na sinopse, então….

Poppy é uma garota diferente, linda, mas com uma visão não muito convencional para uma menina. Desde muito pequena, aprecia o nascer do sol, as flores nascendo, os pássaros cantando, não que as pessoas normalmente não apreciem isso, mas ela ama intensamente a vida.

Rune é o garoto mau humor, sempre com a carranca no rosto, sempre de mal com a vida e o mundo, mas por baixo dessa casca de jacaré habita uma criatura doce e muito sensível.

Meus beijos são todos seus. Ninguém nunca vai ter estes lábios, somente você. (Rune)

Caralho como uma pessoa pode escrever um livro desses, já no inicio da leitura um clima de tristeza se estabeleceu, como uma nuvem negra em cima da minha cabeça logo nas primeiras linhas e essa nuvem permaneceu até o epílogo, quando eu finalmente pude suspirar e ter a sensação de dever cumprido. Sabe aquela sensação de contentamento de preenchimento, foi assim que me senti quando li a palavra FIM.

Tão especial quanto o especial pode ser. (Poppy)

O meu coração explodiu, os meus olhos explodiram, e não foi de doença e sim de tanto chorar porra. Tillie cole sua fdp dos inferno. Eu não me recordo uma única passagem em que eu não tenha chorado ou ficado com os olhos marejados, foi uma avalanche, uma tempestade, um ciclone, uma sacodida em minhas emoções. Eu juro que estava precisando disso e nem sabia.

Ok, eu pedi aos céus que me enviasse uma inspiração e eu encontrasse um livro bom que me fizesse sentir alguma coisa, mas nem nos meus sonhos mais remotos imaginava sentir tudo. E quando eu digo tudo é isso mesmo que quero dizer. Eu chorei como se tivesse perdido um parente muito querido, é verdade que eu choro até em comerciais emotivos, mas porraaaaaa não ficava assim tão triste desde que li Carnage.

Porque ser miserável quando você pode ser feliz? É uma escolha óbvia para mim.(Poppy)

O tempo todo eu fiquei esperando aquele momento, onde a Autora iria estragar tudo, fazer uma verdadeira merda e eu odiaria o livro, quem escreveu e consequentemente o mundo, mas Tillie foi perfeita. Tão perfeita, quanto o perfeito pode ser.

Agora estou aqui, abobada, embasbacada, paralisada, sem saber o que fazer a seguir, que livro ler, porque meu coração está tão preenchido que perdi o rumo de tudo.

Ah, não posso deixar de dizer que o epílogo é o melhor epílogo do mundo todo de todos os tempos. Nunca havia lido algo tão satisfatório. Foi como chegar ao final, fechar o livro e dizer acabou, mas estou feliz. Sem necessidade de saber mais, sem saudades, sem perguntas. Simplesmente o fim. Perfeito Tillie Cole, já amava os seus livros, agora sou sua fã e há de quem falar mal dela perto de mim, hein. Kkkkk

 

Talvez nós somos como a flor de cerejeira, Rune. Como estrelas cadentes. Talvez nós tenhamos amado demasiadamente jovens e brilhado tanto que tivemos que desaparecer. (Poppy).

Não posso terminar essa Resenha sem falar de Rune. OH MEU DEUS se existir alguém no mundo apenas parecido com ele, me avisem que sairei correndo atrás. Me apaixonei profundamente. Simplesmente perfeito.

Era por isso que ela era o meu tudo. Minha sempre para sempre. Porque ela era única. Única em uma cidade cheia de tente sem personalidade. Ela não queria torcer ou reclamar ou perseguir meninos. Ela sabia que me tinha tanto quanto eu a tinha.

E Poppy vivou minha heroína, um exemplo. Amei. Para quem não percebeu não falei nada sobre a história, primeiro porque foi um pedido da Autora, porque esse livro foge muito do estilo dark que Tillie escreve. E segundo porque vocês precisam ler esse livro, e tem que ser uma surpresa.

E eu amo, e eu amei com um coração cheio… você, baby. Eu nunca deixei de te amar. Você foi o suficiente para durar uma vida. (Rune)

Se Recomendo? SIMMMMMMMM mas preparem-se para fortes emoções.

Romântica por natureza, choro, sofro e vivo as histórias e estou com uma vontade imensa de compartilhar essas emoções.
MIL BEIJOS DE GAROTO – Tillie Cole
Classificado como:        

Um comentário sobre “MIL BEIJOS DE GAROTO – Tillie Cole

  • 18 de junho de 2017 em 13:09
    Permalink

    Este é um livro que sofri do início ao fim. Obrigada pela indicação! Eu me apaixonei, mesmo sofrido muito e ter á sensação da perda de alguem muito importante na minha vida.
    Ps. Todos os livros que você me indica, eu amo!

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *