FuryEllie é uma enfermeira e fica horrorizada ao descobrir que a companhia farmacêutica para qual trabalha – as Indústrias Mercile – tem feito experimentos genéticos ilegais. Os cientistas combinaram DNA de humanos com o DNA de animais, criando uma nova espécie: seres humanos mais fortes e desenvolvidos. Um desses ”experimentos”, o prisioneiro 416, captura o coração de Ellie enquanto ela tenta salvá-lo.
Fury – como o 416 também é conhecido – nunca conheceu compaixão ou amor. Ele passou a vida inteira em uma cela, acorrentado e sofrendo abusos. Ellie, a única mulher em quem ele confiou, o traiu, e agora Fury está livre e à procura de vingança. O ex-prisioneiro jura acabar com a vida da enfermeira que o salvou, contudo, quando ela finalmente está em suas mãos, a única coisa que Fury não quer fazer com esta mulher pequenina e sexy é machucá-la.

Iniciei a leitura desse livro por pura curiosidade. Queria saber o que tinha de especial, pois muito ouvi sobre. Confesso que terminei e demorei um pouco para ter uma opinião a respeito. Para ser sincera não consegui ainda definir com certeza se gostei ou não. A série terá um livro para cada personagem, e pelo que vi somente o homens irão protagonizar.

O enredo é super interessante e realmente instigante, eu particularmente não tinha lido nada do gênero ainda, portanto não estou muito familiarizada com tudo. É uma leitura bem diferente do que costumo escolher.

Em suma um laboratório faz experimentos misturando humanos a animais, para obter seres mais fortes, resistente à adversidades, com diversos objetivos, teste de medicamentos, melhores soldados entre outros motivos, chamam esses seres híbridos de “novas espécies”.

Fury é meio humano meio canino.

Bom, ele se envolve com uma humana Ellie. Ellie é enfermeira e esta infiltrada pelas autoridades no laboratório tentando obter provas para libertar as “novas espécies”, nisso se apaixona por Fury, acabando por se empenhar em salvá-lo. Ellie é uma personagem bem forte e realmente determinada, mas algumas partes achei um pouco de exagero, porque a mulher passa por tudo, mas tudo meeeeesmo e não fica sequer abalada, sem traumas, pesadelos, tremores, nada. Continua vivendo como se nada estivesse acontecido. ohhhhh.

Fury é selvagem, muito forte, malhado, com traços de cachorro,  e não sei se bonito, ora Ellie o define que sim ora não. Achei Fury muito possessivo, agressivo (ok ele é um cão), beirando a insanidade. E algum de seus atos fiquei na dúvida se tratava de um crime ou não. Mas…. ele também consegue ser doce, super apaixonado, carinhoso, atencioso,  realmente um sonho para qualquer mulher se não fosse seu lado cão literalmente.

Mesmo ele estando preso em uma cela, os dois se sentem atraídos um pelo outro. E passam a protagonizar uma história de amor intenso, possessivo e perigoso.

Depois que todas as espécies são libertadas, vão viver em uma cidade destinada exclusivamente a eles, uma espécie de complexo e Ellie passa a trabalhar lá também.

Eu achei o romance meio bizarro, mas repito não estou familiarizada com esse contexto, e confesso que me assustei um pouco.

Na primeira Cópula dos dois (sério, o livro usa esse termo…adotei) fiquei em choque pensando em desistir da leitura, mas sou muito masoquista e adoro me auto infringir dor, então continuei. Ainda bem.

Após esse meu primeiro impacto, o livro melhora. Não posso negar que a história é bem envolvente, não esperava cenas quentes, mas tem.

Em certo ponto fiquei irritada com tanto rosnado, mas acabava me lembrando que o protagonista era meio cachorro, então perdoei. Me incomodou também o fato de todos se referirem as mulheres como fêmeas. Okaaaay, eu sei eles são meio animais, mas isso não quer dizer que não me incomodei.

Destaque para o personagem Slade, achei ele hilário, e estou ansiosa para ler seu livro.

Contrariando todas as probabilidades, fatos e estatísticas, o livro é bom. A autora sabe prender o leitor do começo ao fim, sua escrita é simples porém envolvente, os protagonistas são bons e carismáticos, os outros personagens secundários são bem interessantes, a história tem boas doses de aventura, dramas e cenas hot.

Mas se irá se aventurar nesse livro, recomendo que leia de mente aberta para desfrutar da leitura.

O livro é bom? Sim

Gostou? Não sei ainda

Indico? Talvez


Ficha Técnica
Skoob
Laurann Dohner
Ano: 2015 / Páginas: 368
Editora: Universo dos Livros


 

 

Romântica por natureza, choro, sofro e vivo as histórias e estou com uma vontade imensa de compartilhar essas emoções.

Posts Relacionados

FURY – Novas espécies 01 – Laurann Dohner
Classificado como:                

Um comentário sobre “FURY – Novas espécies 01 – Laurann Dohner

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *