belo casamento

Título: Belo Casamento
Autor(a): Jamie McGuire
Série: Belo Desastre 
Editora: Verus
Ano: 2014 – Páginas: 126

 

A louca e viciante história de amor de Travis e Abby foi narrada por ela em Belo desastre e por ele em Desastre iminente. Como num conto de fadas moderno, sabemos que eles se casaram e foram felizes para sempre… mas quanto realmente conhecemos dessa história?

Por que Abby fez o pedido de casamento?

Que confidências eles trocaram antes da cerimônia?

Onde passaram a noite de núpcias?

Quem sabia que eles iam se casar e guardou segredo?

Todos os detalhes sobre o casamento de Travis e Abby eram secretos… até agora. Os fãs do casal mais quente da literatura terão todas as suas perguntas respondidas nesta história vertiginosa sobre o dia (e a noite…) do casamento de Travis e Abby — e o melhor, contada pelo ponto de vista dos dois!

Estava aqui pensando, em quanto um livro pode ser decepcionante. Esse sim deveria se chamar “desastre”. Vou tentar escrever algumas poucas considerações e o que senti ao ler. Sejam bem vindos.

 

O livro tem pouco mais de 100 paginas e eu demorei séculos para ler. Parecia o milagre da multiplicação, as páginas iam aumentando…aumentando. Foi difícil terminar.

 

Uma das coisas que mais gostei em Belo desastre e Desastre Iminente foram os sentimentos que os livros despertaram em mim. Mas em Belo casamento eu não senti nada. O livro é plástico, frio, apático, meramente descritivo e honestamente muito chato.

 

Me incomodou bastante nos primeiros livros, saber que mesmo diante da tragédia o casal parece não ter se abalado, e fugido para Vegas casar-se as pressas. Então esse livro serviu ao menos para percebermos que Travis e Abby estão profundamente traumatizados e que não foi fácil superar o horror de ver a morte bem a sua frente.

 

Uma das minhas decepções com o livro, foi saber os motivos que levaram Abby  a propor casamento a Travis. Imaginava tudo, amor, desespero, estresse pós Traumático, abdução, efeito estufa ou até mesmo o medo de uma invasão alienígena….menos o que li.

 

Se Travis imaginasse que eu estava fazendo isso por qualquer outra razão que não apenas querer me comprometer com ele, ele nunca me deixaria continuar com isso e Travis não era exatamente ingênuo, e pior, ele me conhecia melhor do que ninguém; ele sabia do que eu era capaz. (Abby)

 

Abby me irritou muito com suas inseguranças e incertezas, mas achei que ela tivesse superado tudo isso e que estivesse certa do seu amor. Mas eu realmente não entendi a dinâmica do livro.

 

Em alguns momentos cheguei a pensar que Travis sabia ou ao menos desconfiava os motivos que levaram Abby a se casar com ele, mas como a amava demais, preferiu ignorar e casar. Mas essa minha desconfiança foi somente em alguns trechos, porque na maioria do tempo Travis parecia bem alheio a isso, só demonstrava medo de Abby desistir do casório.

 

O que foi aquele surto da Abby antes do casório…..Alguém me segure porque tenho vontade de bater na criatura. Ela decidiu casar, convenceu e na hora H…..amarelou.

 

Será que precisaria de uma desculpa se o amava? Porque alguém se casa? Por amor? Nós tínhamos isso em mente. Eu tinha tanta certeza de tudo no início. Eu costumava ter certeza sobre um monte de coisas. Eu não sentia tanta certeza agora. Sobre qualquer coisa.

 

Achei emocionante a carta da mãe de Travis para sua futura “beija-flor”, porém é insano pensar na existência dessa carta, achei forçado demais.

 

Você ler essa carta significa que meu filho a ama. E quando um menino Maddox se apaixona, ama para sempre. (trecho da carta de Diane)

 

Mais uma vez Travis provou que ama Abby de forma insana. O que notei nesse livro foi um Travis tentando dominar seu temperamento louco, o que pra mim foi um ponto positivo, demonstra um certo amadurecimento do nosso Cachorro louco Maddox.

 

Não gostei do livro, que me desculpem os fãs, vale a pena ler só para ter mais um pedacinho do Travis. Mas só por isso também.

 

– Você estava certo, disse eu

Travis se afastou para olhar para mim, curioso

– Você foi o meu último primeiro beijo” (Abby)

 

 

Se recomendo? Não.

Romântica por natureza, choro, sofro e vivo as histórias e estou com uma vontade imensa de compartilhar essas emoções.

Posts Relacionados

BELO CASAMENTO – Jamie McGuire
Classificado como:                

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *