bela distração

Título: Bela Distração
Autor(a): Jamie McGuire
Série: Irmãos Maddox
Editora: Verus
Ano: 2014- Páginas: 308

 

Cami Camlin é uma garota intensa e independente, dona do próprio nariz desde a época do ensino médio. Agora, cursando a faculdade e trabalhando como bartender no The Red Door, Cami não tem tempo para nada, até que uma viagem para visitar seu namorado é cancelada e, pela primeira vez em quase um ano, ela tem um fim de semana de folga.

Trenton Maddox era o rei da Universidade Eastern. Os caras queriam ser como ele, as mulheres queriam domá-lo. Mas, depois de um trágico acidente virar sua vida de cabeça para baixo, ele deixa o campus para lidar com a culpa esmagadora.

Um ano e meio depois, Trenton está morando com o pai e trabalhando em um estúdio de tatuagem para ajudar a pagar as contas. Justamente quando ele pensa que sua vida está voltando ao normal, nota Cami sozinha em uma mesa no Red Door.

Como a irmã mais velha de três caras de pavio curto, Cami acredita que não terá problemas para manter a amizade com Trenton no nível estritamente platônico. Mas, quando um Maddox se apaixona, é para sempre — mesmo que Cami possa ser a razão para que a já fragilizada família Maddox desmorone de vez.

Em Bela distração, o leitor vai mergulhar novamente nas emoções do universo de Belo desastre, além de vislumbrar mais alguns momentos do casal mais amado da literatura new adult, Travis e Abby.

Bela distração é o primeiro livro da série Irmãos Maddox. Spin-Off de Belo Desastre. Essa resenha poderá conter algum spoilerzinho dos primeiros livros, portanto se você ainda não leu Belo desastre, Desastre Iminente e Belo casamento…fuja desse meu relato.

Camille é a bartender do bar Red, todos vão lembrar dela, garota decidida, forte, excêntrica, alheia a sua beleza e definitivamente sabe o que quer para si. Trabalhando no bar e fazendo faculdade, sua vida é uma correria, sobrando pouco tempo para namorar a distancia com o misterioso T.J.

Trenton Maddox, também não é nenhum personagem novo nessa fábula, lindo, forte, musculoso, bad boy, mulherengo…..nossa já vi essa descrição antes….deja vu.

Trent guarda uma história interessante, tinha uma vida absurdamente universitária, festas de fraternidade, mulheres muita curtição, mas um terrível acidente lhe tirou o brilho, transformando sua vida completamente. Saiu da faculdade, passou a sair com uma mulher diferente por noite, e passou a beber muito.

Trenton é bem caricato, assim como Travis. Bad boy, cheio de tatuagens, pavio curto, aquele ar arrogante e conquistador, mas por dentro o homem é doce, fofo, sensível e OH MEU DEUS…..apaixonante. É impossível não notar Trent, ou mesmo resistir aos seus encantos masculinos.

Eu só estava aqui pensando que agora seria uma ótima hora para reconhecer que você é perfeita e que não seria ruim se você se apaixonasse perdidamente por mim em algum momento de um futuro breve. (Trent)

Cami tenta resistir, eu sou testemunha que a menina tenta muito forte, mas assim como eu ela falha, porque é impossível resistir aos encantos do sujeito. É muita covardia, Trent é incrível. Apesar de Camille ter namorado ela sofre com a ausência de T.J. que além de morar em outro Estado, é basicamente casado com seu trabalho. Nesse momento Trent entra em ação, preenchendo todos os espaços vazios na vida de Cami, lhe dando a atenção que ela nem sabia que estava sentindo falta, covardemente sendo perfeito. O desfecho é fácil de concluir.

A primeira vez que você me ignorou foi a primeira vez que alguém partiu meu coração. Achei que eu estava fazendo as coisas certas, desde o instante em que sentei na sua mesa no Red. Ninguém nunca desejou uma pessoa como eu desejo você.

Cami não me convenceu, não que eu não tenha gostado dela, mas o livro terminou e eu ainda não sei defini-la. Ela passa quase o livro todo correndo de Trenton e guardando um segredo de seu namorado. Somente no final tudo fica justificado, mas mesmo assim fiquei com certa desconfiança da criatura.

– Meu Deus, Cami, por favor. Eu não vou aguentar. Não posso ficar aqui pensando em você lá com ele.

Por favor – Ele deu uma risada nervosa – Eu estou apaixonado por você.

– Se você soubesse o que eu sei….não estaria apaixonado.

Quando li esse livro pela primeira vez, ao longo da leitura achei ele bem comum, romance básico, excitante e bem envolvente. Eu gosto quando o casal vive aquela expectativa de estar junto, lentamente conquistando, esse tipo de romance costuma me cativar, e Bela distração não foi exceção. Mas eu não fazia ideia do final. Bombástico, surpreendente….fiquei de boca aberta, queixo caído….depois só consegui falar PQP.

Vou confessar aqui só para vocês. Quando eu terminei o livro nem entendi direito, demorei uns minutinhos para compreender a situação e a resolução do grande mistério que cerca a trama. Mas…..depois que meu cérebro lento capitou a mensagem, a visão que eu tinha da história mudou completamente, o livro ganhou outro status e imediatamente voltei para a primeira página e li novamente tentando achar o momento exato em que me perdi na leitura e não percebi o grande segredo.

Eu tinha passado a infância desejando meu primeiro dia de liberdade. Durante quase todos os dias da maior parte de dezoito anos. Meus desejos eram sobre o amanhã. Mas, pela primeira vez na vida, desejei poder voltar no tempo. (Cami)

Sei que estou sendo incoerente, mas minha nossa, que reviravolta, há tempos um livro me deixava tão surpresa.

Achei muito inteligente a Autora ter escrito Bela distração ao mesmo tempo em que passa Belo desastre e Desastre Iminente. Sendo assim partes que tínhamos visto pelos olhos de Abby e Travis, agora são contadas e vistas na versão Cami.

Ponto negativo para o pai de Cami, surreal, me irritei bastante com ele, e me perguntei várias vezes porque de sua participação. Parecia mais como “eu não sei mais o que escrever no livro, então toma essa…..”

As risadas ficaram por conta dos expedientes no estúdio de tatuagem, adorei aquela turma, era a melhor parte de ler. Cal x Bishop realmente era hilário.

Assim como nos livros anteriores a escrita da Autora é simples, os núcleos não são muito bem explorados, a leitura é fácil, os personagens são bem interessantes e o enredo é apaixonante.

Ao Santo das mulheres desesperadas, à associação de mulheres que desejam homens perfeitos, ao grupo de apoio a mulheres que amam personagens fictícios….eu grito agora. EU PRECISO DE UM MADDOX URGENTE. A vida e o destino não podem ser tão cruéis comigo, produção.

Sou um idiota irracional, egoísta e inseguro que tem muito medo de te perder. É difícil demais acreditar que você já é minha.

Após esse meu apelo digo, eu adorei o livro, Trenton entra para a lista dos mais fofos, e Bela distração entra para a lista das melhores surpresas.

O propósito da minha vida era te amar e te proteger…mas eu não me preparei para ter que dividir você.

Se recomendo?:  Oxiê…..obvio que SIMMMMMM

Romântica por natureza, choro, sofro e vivo as histórias e estou com uma vontade imensa de compartilhar essas emoções.

Posts Relacionados

BELA DISTRAÇÃO – Jamie McGuire
Classificado como:                    

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *